GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

POESIA DE UMA CRIANÇA PARA MADEIRA 4512

Adhemar Júnior lamenta demolição do coreto da Praça da Cultura


Texto: Carlos Gaby/Assimp
Foto: Fábio Barbosa/Assimp

O vereador Adhemar Freitas Júnior (PSC), da bancada do prefeito Assis Ramos, criticou a demolição do coreto da Praça da Cultura Renato Moreira, que está sendo reformada pela Prefeitura Municipal. Para o vereador, foi um ato de desrespeito à memória e ao patrimônio arquitetônico do Município. 

"Uma atitude lamentável para todos nós, para os moradores de Imperatriz, para os moradores da Cidade Velha. A praça da cultura é um dos logradouros públicos mais antigos de Imperatriz e o coreto já fazia parte de seu conjunto paisagístico, mesmo sendo erguido somente nos anos de 1980", declarou o vereador.

Adhemar Júnior disse que o coreto "servia sim de abrigo para moradores de rua e usuários de drogas", ressaltando porém que "é uma situação de risco social que pode acontecer em qualquer outra praça" ou logradouro público. "A responsabilidade de cuidar, de fazer a manutenção, de colocar vigilante é do Poder Público".

O vereador atentou para duas "situações opostas": enquanto a Prefeitura decidiu demolir o coreto, o Governo do estado está acordando o aluguel de um imóvel histórico exatamente em frente à Praça da Cultura para abrigar o Museu Histórico de Imperatriz. "Em frente à praça, na rua lateral, temos também outro prédio histórico, a sede da Academia Imperatrizense de Letras, onde já funcionou a Prefeitura e a Câmara Municipal", lembrou.

O presidente José Carlos Soares informou que a Câmara Municipal havia enviado solicitação à Prefeitura, assinada pelos 21 vereadores, pedindo que o coreto não fosse demolido. "Esta, inclusive, foi um pedido que recebemos da Academia Imperatrizense de Letras. Lamentamos profundamente essa decisão tomada pela Prefeitura de apagar nossa memória, uma parte de nossa história".

Nenhum comentário

POESIA DE UMA CRIANÇA PARA MADEIRA 4512

VIDEO PUBLICIDADE