Terça, 04 de agosto de 2020
99 98821-3143
Especiais

05/05/2020 às 08h20

371

André Gomes

Imperatriz / MA

Lockdown na Grande São Luís começa nesta terça
Saiba o que funciona durante bloqueio para conter a pandemia do coronavírus
Lockdown na Grande São Luís começa nesta terça
Praça Deodoro, centro da capital maranhense

Decreto suspende quase todas as atividades comerciais e muda regras para o tráfego de pessoas e veículos. Quem descumprir poderá sofrer advertência e pagar multa; medida vale por dez dias. Estudo da Fiocruz apontou que o Maranhão é o estado com maior ritmo de crescimento do nº de mortos por Covid-19 no Brasil.


O lockdown (bloqueio total) dos serviços não essenciais na Região Metropolitana de São Luís para conter a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, entra em vigor nesta terça-feira (5). A determinação judicial vale por dez dias na capital e em outros três municípios: Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. A população deve seguir as medidas de restrição, sob pena de multa.


A medida  primeiro caso de lockdown no Brasil foi decretada pela Justiça na quinta-feira (30) para conter o rápido avanço da pandemia de Covid-19 na região. Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirmou que o Maranhão é o estado que apresenta maior ritmo de crescimento no número de mortos por Covid-19 no país. Em outros locais, a adoção restrições semelhantes também é cogitada, caso de Belém, Recife e Santa Rita (PB).


Até a noite desta segunda-feira (4), o Maranhão havia registrado 4.530 pessoas infectadas e 271 óbitos, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).


O que prevê o lockdown no Maranhão:


Suspensão das atividades não essenciais, com exceção de serviços de alimentação, farmácias, portos e indústrias que trabalham em turnos de 24 horas.


Bancos e lotéricas abrem apenas para o pagamento do auxílio emergencial, salários e benefícios sem lotação máxima nesses ambientes, com organização de filas. 


Proibição da entrada e saída de veículos por dez dias, com exceção para caminhões, ambulâncias, veículos transportando pessoas para atendimento de saúde e atividades de segurança.


Suspensão da circulação de veículos particulares, sendo autorizados somente a saída para compra de alimentos ou medicamentos, para transporte de pessoas e atendimento de saúde, serviços de segurança ou considerados essenciais.


Limitação da circulação de pessoas em espaços públicos.


Proibição de qualquer aglomeração de pessoas em local público ou privado, para realização de eventos como shows, congressos, torneios, jogos, festas e similares.


É obrigatório o uso de máscara em todos os locais públicos e de uso coletivo, ainda que privados.


Quem não cumprir as regras do lockdown estará sujeito a advertência, multa ou interdição parcial ou total do estabelecimento, no caso de empresas.


Em entrevista à Globo News nesta segunda-feira (4), o governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou: "Pelo que tenho percebido, nós temos uma boa aceitação das medidas, e esse é o nosso principal trunfo. Mas teremos também o aparato coercitivo, legítimo, que são as forças policiais, tudo isso com a autoridade do poder judiciário, que foi o autor da decisão".

FONTE: G1MA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium