Terça, 07 de abril de 2020
99 98821-3143
Geral

19/03/2020 às 19h10

142

André Gomes

Imperatriz / MA

Diocese de Imperatriz suspende a celebração de missas e demais atividades
A decisão foi tomada para prevenir a proliferação do COVID-19 na cidade
Diocese de Imperatriz suspende a celebração de missas e demais atividades
O bispo da diocese de Imperatriz, Dom Vilsom Basso, anunciou as novas orientações que a igreja católica irá adotar nesse período de quarentena. (Foto: Patrícia Araújo)

Na manhã desta quinta-feira, 19 de março, em coletiva de imprensa, o bispo diocesano da cidade de Imperatriz, Dom Vilsom Basso, anunciou que após reunião com o Colégio de Consultores da Diocese de Imperatriz, na ultima quarta-feira, 18, a Igreja Católica terá medidas para prevenir a proliferação do novo coronavírus, COVID-19, visando o bem comum e a proteção dos fiéis. Entre as ações, está a suspensão das missas em todas as igrejas católicas na cidade, por um período inicial de um mês, a partir de hoje, podendo ser prorrogado, caso necessário.


Apesar de não ter casos confirmados da doença na cidade, o representante ressaltou ainda que a medida é realizada em consonância com as orientações preventivas das autoridades públicas. Em carta distribuída à imprensa, a diocese ressalta que o objetivo não é criar alarde ou gerar preocupações nos fiéis, mas que "a melhor forma de conter a doença e de evitar casos graves, principalmente nos grupos de maior vulnerabilidade, é a prevenção".


O bispo Dom Vilsom Basso ressaltou três princípios norteadores das novas orientações que serão adotadas, "serenidade, seriedade e responsabilidade", e acrescentou ainda que antes de ser tomada a decisão, os sacerdotes se reuniram "durante quase três horas, em oração, reflexão e ouvindo especialistas", e juntos decidiram pela suspensão das atividades para preservar a integridade dos fiéis e impedir a progressão da contaminação do vírus na cidade.


O vigário geral da catedral Nossa Senhora de Fátima, Eliezer César de Paiva, ressaltou que "a suspensão das missas públicas não significa que não haverá missas. Os padres irão celebrar de forma privada em suas paroquias, sem a presença de fiéis", sendo realizado a transmissão das celebrações através das redes sociais, para que os fiéis possam acompanhar de casa. O vigário destacou ainda que as igrejas, em sua maioria, continuarão abertas para que as pessoas realizem suas orações pessoais e tenham os seus momentos de reflexão individuais.


Além da suspensão das missas presenciais, em especial as celebrações alusivas à Semana Santa, também estão suspensos os eventos paroquiais, a catequese, reuniões e encontros pastorais, mutirão de confissões, assembleias, Conselhos de Pastoral e Encontros de Clero, retiros, acampamentos, festejos e demais atividades que concentrem grande público. Também estão suspensos a realização de casamentos, no caso dos que já estão agendados, os noivos serão aconselhados a remarcarem a data. Se os noivos optarem por continuar com a data, a cerimonia precisará ser realizada apenas com a presença do pároco e devendo-se tomar as medidas de saúde, cabendo aos noivos a responsabilidade por isso.

FONTE: Ascom

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium