GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Mobilização do PR em Santa Inês atrai milhares de partidários e simpatizantes

Tasso e Perillo abrem mão de candidatura, e Alckmin aceita ser presidente do PSDB

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

Droga avaliada em R$ 40 milhões é apreendida em Santa Inês


Publicado em 1 de junho de 2018
Edição André Gomes 

Polícia Civil apreende 35 toneladas de maconha e desarticula rota do tráfico.
(Foto: Divulgação).

Operação da Polícia Civil em Santa Inês conseguiu apreender 35 toneladas de maconha, em área considerada ponto de grande movimentação de tráfico na região. O montante renderia, aproximadamente, R$ 40 milhões ao crime, se fosse distribuído. A apreensão foi no povoado Faisa, onde foi encontrado material para cultivo, maquinário, sementes e outros insumos. A ação envolveu mais de 50 policiais, entre civis e militares, e equipes do Centro Tático Aéreo (CTA). Esta foi a maior apreensão do ano, em todo o Nordeste.

A maconha estava parte prensada, pronta à venda e outra em roças que, após a operação, foi incinerada. A missão durou 17 dias e foi dividida em três fases, sendo parte no povoado Faisa e outra na Aldeia Massaranduba, tendo a participação das 17 delegacias que integram a Regional de Santa Inês que cobre 13 municípios. Teve o apoio do Comando do Policiamento de Área do Interior (CPAI-8) e do 7 º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

“A força tarefa da Segurança Pública e o empenho do efetivo garantiu esse resultado exitoso. É uma grande apreensão, de destaque, e que confirma o trabalho sério e planejado da polícia maranhense. Com essa ação, identificamos chefes do tráfico e desarticulamos um dos principais canais de escoamento desta droga no Maranhão”, explica o delegado Regional de Santa Inês, Ederson Martins Pereira. Segundo o delegado, o trecho onde a maconha foi apreendida era rota do tráfico há mais de 10 anos.

Reconhecimento 

Polícia Civil apreende 35 toneladas de maconha e desarticula rota do tráfico. (Foto: Divulgação).

As ações de combate ao tráfico de drogas no Maranhão se aprimoram com os investimentos do Governo do Estado, via Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA). As medidas contemplam a aquisição de equipamentos, armamento, treinamento de efetivo, valorização do policial com promoções, progressões e incrementos salariais. Os investimentos garantiram o aumento significativo nas apreensões e colocaram o Maranhão entre os primeiros do país nesse setor.

A capacidade da polícia maranhense no combate a esse crime e suas vertentes foi reconhecida pela Escola Superior do Ministério Público de Pernambuco (MP/PE). A instituição convidou equipe da Superintendência Estadual de Repreensão ao Narcotráfico (Senarc) para relatar suas estratégias e expertise na realização das operações, com objetivo de informar e promover treinamento. A Senarc é o instituto que consolida as ações e operações de combate ao tráfico de drogas no Maranhão.

“Esse convite muito nos honrou e surgiu após nos destacarmos nacionalmente no ranking de apreensões nos últimos três anos. É mais um importante reconhecimento ao trabalho desta aguerrida equipe de policiais, que todos os dias reafirma seu compromisso com a justiça e com a segurança da população”, explicou o superintendente da Senarc, delegado Carlos Alessandro Rodrigues. Em 2017, a Senarc ficou em primeiro lugar na região Nordeste com a apreensão de mais de sete toneladas de drogas.

Por Alpanir Mesquita 

Nenhum comentário

VIDEO PUBLICIDADE

Facebook

fb/www.facebook.com/andreimprensa