GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Mobilização do PR em Santa Inês atrai milhares de partidários e simpatizantes

Tasso e Perillo abrem mão de candidatura, e Alckmin aceita ser presidente do PSDB

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

Maranhão registra 17 pontos de bloqueio em rodovias


A partir deste sábado (26) a PRF e o Exército devem começar a desbloquear as rodovias no Maranhão.

Por G1 MA, São Luís
Publicado em 26/05/2018 
Edição André Gomes 
Protestos de caminhoneiros chega ao sexto dia no Maranhão. (Foto: Diego Chaves/ O Estado)

Um dia após a decisão do governo federal em autorizar o uso das forças armadas para desobstruir as vias bloqueadas por caminhoneiros em protesto, o Maranhão ainda registra na manhã deste sábado (26) 17 pontos de interdição em rodovias no estado, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA). Este é o sexto dia seguido de protestos contra o aumento no preço do óleo diesel.

Segundo a PRF, a partir deste sábado o órgão e o Exército devem começar a cumprir a ordem da Justiça Federal após o pedido da Advocacia Geral da União (AGU) que determina o fim dos bloqueios em rodovias do Maranhão.

Em São Luís, os reflexos do protesto dos caminhoneiros são vistos em pontos de ônibus com muita gente esperando pelo transporte coletivo e alguns postos, que ainda estão funcionando, grandes filas para abastecimento.

No interior do Maranhão, o protesto da categoria começa a causar prejuízos em algumas das principais cidades. Em Imperatriz, a segunda maior cidade do estado, quase todos os postos estão sem combustível. No município de Balsas, o transporte da safra de soja está parado, a cidade está há mais de 48 horas sem combustível e já faltam produtos básicos.

Em Caxias, o desabastecimento dos caixas eletrônicos têm causado problemas à população e em Santa Inês, os supermercados já estão praticamente desabastecidos.

Nenhum comentário

VIDEO PUBLICIDADE

Facebook

fb/www.facebook.com/andreimprensa