GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

55 Palestinos são mortos em protestos na faixa de Gaza


Mortes ocorrem horas antes da inauguração da nova embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém; manifestações têm mais de dois mil feridos

Ana Luísa Vieira, do R7, com agências internacionais 
Publicado em 14/05/2018 

Palestinos protestos contra inauguração de embaixa da REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa

Pelo menos 55 palestinos foram mortos em protestos na faixa de Gaza nesta segunda-feira (14), horas antes da inauguração da nova embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém. O número foi confirmado pelo Ministério da Saúde de Gaza, segundo a rede de notícias CNN. 

Entre as vítimas estaria o jovem Hamdan Qudeih, 21 anos, que foi morto a tiros, um adolescente de 14 anos e mais de dois mil palestinos feridos. 

veja também

Os conflitos entre os manifestantes e o Exército de Israel tiveram início na Cisjordânia, principalmente em Belém e Hebron, mas foram registrados em outros locais também, como Kalandia, ao norte de Jerusalém. O exército fortaleceu sua presença ao longo da fronteira com mais dois batalhões.

A decisão do presidente Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel rompeu com décadas de neutralidade dos Estados Unidos sobre a questão e gerou a onda de protestos. 

No domingo (13) à noite, o premiê israelense Benjamin Netanyahu recebeu toda a delegação dos Estados Unidos enviada pelo chefe da Casa Branca e definiu o momento como "histórico e corajoso".

Nenhum comentário

VIDEO PUBLICIDADE