GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

POESIA DE UMA CRIANÇA PARA MADEIRA 4512

Vereadores se pronunciam sobre prejuízo com as mudanças na rua D. Pedro II


Vereadores se pronunciam novamente sobre os prejuízos dos comerciantes com as mudanças na rua D. Pedro II

Segundo o Vereador Ricardo Seidel, os comerciantes pedem socorro, pois tiveram mais de 75% de diminuição nas vendas

Ontem (27), na tribuna da Câmara Municipal de Imperatriz foi levantada novamente a questão que tem sido debatida desde a semana passada, até agora sem qualquer tipo de retorno do prefeito de Imperatriz, ou do Secretário de Trânsito.

Ricardo Seidel (REDE) utilizou seu espaço para comentar sobre as mudanças de sentido das Ruas D. Pedro I e D. Pedro II. Informou que foi pessoalmente ao local no fim de semana conversar com moradores e constatou que ocorreram muitos acidentes e os comerciantes de cinco bairros que antes tinham uma independência do restante da cidade na questão de gerar emprego e fomentar a economia naquela região, estão às moscas.

“O comercio local teve mais de 75% de diminuição e isso vai se refletir em muita gente desempregada. Nunca tinha visto aquelas padarias sem filas e esta semana as vi vazias. Parece uma simples mudança de sentido, mas está gerando um prejuízo terrível. Aqui temos legitimidade para legislar sobre o trânsito, e todas as matérias, como diz na lei orgânica do município, mas o que me parece é que não temos força alguma, não estamos nos impondo e o prefeito nos ignora”.

Carlos Hermes (PCdoB), Rildo Amaral (SDD) e João Silva (PRB), também se posicionaram contra esta medida, considerada ditatorial por eles, e que não colabora com o ambiente democrático que deve reinar entra os poderes: “O prefeito passa por cima dos vereadores e age sem discutir com o parlamento, quer nos engessar como fez com as emendas impositivas e na eleição para presidente da casa. Já assinamos um requerimento com a decisão dos vereadores e vimos o prefeito simplesmente desmerecer o parlamento”. Os legisladores informaram que se esta situação se mantiver, será judicializada e a decisão poderá até ser anulada, pois a casa de leis deve atender à vontade do povo, e isso será feito se for necessário, pois a Câmara tem o poder de suspender qualquer ato administrativo ou ação que prejudique a população.

O presidente da casa de leis José Carlos Soares (PV), disse que existe algo chamado planejamento e quem não o fizer, está fadado ao fracasso. Deveriam primeiro ter feito um estudo para saber quantos veículos sobem ou descem e o que uma mudança dessas proporções acarretaria de prejuízo aos comerciantes. “Um prefeito que vai aos meios de comunicação e diz que não está preocupado com meia dúzia de empresários que estão reclamando. Ora, quem não se preocupa com meia dúzia, também não tem preocupação com doze, nem cinquenta, nem mil comerciantes; simplesmente não se preocupa com a cidade. Iremos ate as últimas instâncias e ganharemos essa questão”, disse.

Ricardo finalizou dizendo que os vereadores são os guardiões do povo e farão valer o direito e a vontade da população. “Se demorar mais uma semana os comércios vão fechar e terá mais gente desempregada”, concluiu.

Sidney Rodrigues - ASSIMP
Edição André Gomes 

Nenhum comentário

POESIA DE UMA CRIANÇA PARA MADEIRA 4512

VIDEO PUBLICIDADE