GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

POESIA DE UMA CRIANÇA PARA MADEIRA 4512

Imperatriz goleia o São José e confirma vaga na final do Estadual


Imperatriz goleia o São José e confirma vaga na final do Estadual

Cavalo de Aço decidirá o título maranhense em duas partidas contra o Moto Club.

GUSTAVO ARRUDA / IMIRANTE ESPORTE

IMPERATRIZ - Contando com o apoio da torcida no Estádio Frei Epifânio, o Imperatriz garantiu, na noite deste sábado (24), a classificação para a final do Campeonato Maranhense. Depois de um empate por 0 a 0 no primeiro jogo contra o São José de Ribamar, o Cavalo de Aço precisava apenas de uma nova igualdade diante do Peixe-Pedra, já que tinha melhor campanha no Estadual, mas fez muito mais do que a obrigação: com um futebol envolvente, o Imperatriz goleou o São José por 4 a 0 e mantém vivo o sonho do tricampeonato maranhense.

Melhor em campo desde os primeiros minutos de jogo, o Imperatriz demorou a furar o bloqueio do São José de Ribamar, mas encaminhou a vitória ainda no primeiro tempo. O zagueiro Michael, aos 36 minutos, abriu o placar para o Cavalo de Aço, enquanto Thaynan, aos 42, e Adauto, aos 50, ampliaram a vantagem dos donos da casa. Júnior Chicão, aos três minutos da etapa final, fechou a goleada e a classificação do Imperatriz.

Na decisão do Campeonato Maranhense, o Imperatriz enfrentará o Moto Club, que se classificou após dois empates contra o Maranhão Atlético. O primeiro jogo será disputado no dia 5 de abril, às 21h45, no Estádio Castelão, enquanto a partida decisiva está marcada para o dia 9 de abril, às 18h, no Estádio Frei Epifânio. Como teve melhor campanha na fase de classificação, o Imperatriz terá a vantagem do empate no placar agregado para ser campeão estadual.

O jogo

Como era esperado, o Imperatriz tomou a iniciativa da partida no Frei Epifânio, mas quem teve a primeira chance de gol foi o São José de Ribamar. Aos três minutos, Bruno Bacabal recebeu lançamento de Batata, desviou de cabeça, e obrigou Jean a fazer grande defesa. Pouco depois, aos oito, o Cavalo de Aço respondeu com Daniel Barros, que chutou forte e acertou a trave do Peixe-Pedra.

Empurrado pela torcida, o Imperatriz não diminuiu o ritmo e sufocou o São José de Ribamar. Adauto, aos 19 minutos, arriscou o chute de fora da área e quase marcou o primeiro gol colorado. Já aos 24, foi a vez de Daniel Barros assustar o São José de Ribamar, em cobrança de falta que foi defendida por Laerte.

A pressão do Imperatriz foi premiada aos 36 minutos: após cobrança de escanteio de Adauto, o zagueiro Michael conseguiu o desvio e abriu o placar, para delírio da torcida no Frei Epifânio. Aos 42, a vantagem do Cavalo de Aço foi ampliada com Thaynan, que recebeu passe de Mateus Ferreira e não desperdiçou a oportunidade.

Pouco depois do segundo gol do Imperatriz, uma cena lamentável foi registrada no Estádio Frei Epifânio. Inconformado com a marcação de uma falta, o zagueiro Paulo Maranhão agrediu o auxiliar Antônio Sousa e foi expulso, deixando o São José de Ribamar com um atleta a menos. Alheio aos problemas do Peixe-Pedra, o Cavalo de Aço ainda encontrou tempo para fazer o terceiro gol com Adauto, aos 50 minutos, após assistência de Júnior Chicão.

Imperatriz fecha a conta com Chicão e administra vantagem

Mesmo com as duas mãos na classificação, o Imperatriz não diminuiu o ritmo no início do segundo tempo. Aos três minutos, Adauto fez um lançamento na medida para Júnior Chicão, que fez o quarto gol do Colorado. Daniel Barros, aos sete, teve a chance do quinto gol, mas a finalização de longa distância foi para fora.

Satisfeito com a goleada por 4 a 0 e diante de um abatido São José, a equipe do Imperatriz apenas valorizou a posse de bola na reta final do segundo tempo, esperando apenas o tempo passar. O Peixe-Pedra tentou diminuir o prejuízo aos 26, mas Jean fez grande defesa em cobrança de falta de Batata. Thaynan, aos 44, desperdiçou a última chance do Imperatriz, arriscando um chute que saiu pela linha de fundo.

FICHA TÉCNICA

IMPERATRIZ: Jean; Gabriel Paulino, Michael (Mateus Lima), Anderson e Renan; Mateus Ferreira (Morango), Tibiri, Daniel Barros e Zé Neto (Adauto); Thaynan e Júnior Chicão. Treinador: Vinícius Saldanha

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Laerte; Alan (Diogo), Paulo Maranhão, Bruno Bacabal e Jerfferson; Jadão, Mateus, Arcinho e Batata (Jeanderson); Maurício (Guilherme) e Diego Vitor. Treinador: Luis Miguel

Nenhum comentário

POESIA DE UMA CRIANÇA PARA MADEIRA 4512

VIDEO PUBLICIDADE