GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Mobilização do PR em Santa Inês atrai milhares de partidários e simpatizantes

Tasso e Perillo abrem mão de candidatura, e Alckmin aceita ser presidente do PSDB

Plenário derruba veto do prefeito Assis Ramos por 13 votos a 6

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

Juro Zero

Juro Zero

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

Adolescente está desaparecida há mais de dez dias


“Ninguém viu, ninguém sabe, ninguém dá uma notícia. Estou desesperada”, declara Ana Cleude Almeida dos Santos, mãe de Mariana

Mariana Almeida dos Santos, de 14 anos, desapareceu em 13 de novembro sem deixar pistas. Moradora da Vila Esperança em São Luis, foi vista pela última vez em parada de ônibus próxima à sua casa. A adolescente não levava bolsa, nem celular. Estava apenas com a roupa do corpo, camisa amarela e short jeans, e pouco dinheiro. “Da última vez que falei com ela, apenas me disse que ia sair. Não disse para onde ia”, afirma Leiriany Silva, irmã de Mariana. São mais de dez dias sem nenhuma informação relevante.

“Estamos desesperados. Já colocamos fotos nas redes sociais e divulgamos telefone para contato. Recebemos várias ligações. Toda hora ela está em lugares diferentes e ninguém a encontra de verdade. Na escola onde ela estuda, Haydee Chaves, ninguém sabe de nada”, afirma Juliana Souza, prima da adolescente desaparecida.

Mariana, desaparecida desde 13 de novembro

“Ninguém viu, ninguém sabe, ninguém dá uma notícia. Estou desesperada”, declara Ana Cleude Almeida dos Santos, mãe da menina. “Não sei mais onde procurar, não sei pra onde ir. A única solução agora é rezar”, completa.

O boletim de ocorrência foi registrado no dia 17 de novembro, na Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).

Boletim de ocorrência registrado na DAI

Nenhum comentário