GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Mobilização do PR em Santa Inês atrai milhares de partidários e simpatizantes

Tasso e Perillo abrem mão de candidatura, e Alckmin aceita ser presidente do PSDB

Plenário derruba veto do prefeito Assis Ramos por 13 votos a 6

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

Juro Zero

Juro Zero

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

Tudo indica que negligência média matou empresário de Barra do Corda-MA


Empresário de Barra do Corda morre após passar mal em cela de delegacia


O Empresário Francisco Lima Silva, 43 anos, conhecido como “Edinei”, proprietário da Aluvidro, morreu na tarde desta segunda-feira, 09, após passar mal em uma cela, o “gaiolão” da delegacia de Barra do Corda.

Edinei foi preso pela Polícia logo após se envolver em um acidente no domingo, 08, próximo a Ponte do Rio Mearim na BR 226, ele dirigia um veículo Cobalt branco quando colidiu em uma motocicleta.

Negligência Médica 

No momento do acidente Edinei estava com sua esposa e suas duas sobrinhas e permaneceu no local do acidente, ele sofreu pancada na cabeça e ferimentos no braço sendo encaminhado a UPA, já o motociclista teve fraturas no corpo e levado para Hospital Regional de Presidente Dutra.

Segundo informações de familiares, Edinei foi para UPA e liberado posteriormente 'sem um diagnóstico completo'. Foi levado para delegacia, onde ficou em um gaiolão (cela improvisada ao AR livre).
Cela onde a vítima se encontrava após ser liberado pelo Médico da UPA 

Passou mal durante a noite sem ajuda nem uma. No outro dia, já na segunda-feira pela manhã, após muitas insistências do advogado encontraram Edinei caído e com crises compulsivas e foi transferido novamente para UPA, direto para sala vermelha com febre e pressão altíssima, sendo entubado mais não resistiu vindo a óbito.

O corpo foi levado para o IML na cidade de Imperatriz para perícia. O delegado da 15ª delegacia de Barra do Corda, Renilto Ferreira estava de viagem e chegou no início da noite desta segunda-feira e já começou as investigações sobre este caso.

Nenhum comentário