GERAL

GERAL/style

POLICIAL

POLICIAL/style

Acompanhe as principais notícias sobre política em Imperatriz

Confira a lista de concursos e seletivos abertos no Maranhão

POLÍTICA

POLÍTICA/style

ESPORTE

ESPORTE/style

CULTURA

CULTURA/carousel

OPORTUNIDADES

EMPREGO/block

Assis diz, na abertura da Fecoimp, que vai abrir concurso para a Guarda Municipal


Além da GMI, prefeito cria 300 vagas para Agentes de Saúde

Ao término do seu primeiro ano de mandato, daqui a 3 meses e meio, o prefeito, Assis Ramos, poderá ter agregada ao quadro de servidores municipais mais de dois mil funcionários, escolhidas por meio de concurso e exames seletivos. Um dos novos grupos a integrarem os quadros da prefeitura deverá ser o da Guarda Municipal de Imperatriz, GMI, e o outro grupo programado é os dos novos agentes de Saúde, para complementar o quadro do Programa de Saúde da Família, praticamente desmontado no ano passado.

Foi durante o discurso de abertura da feira multisetorial Fecoimp, da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz. Ao falar do esforço municipal para fortalecer o empreendedorismo, o prefeito imperatrizense disse que está implementando o universo consumidor, não só pagando rigorosamente dentro do mês trabalhado, mas também elevando consideravelmente o vale alimentação e até aumentando, por meio de concursos e exames seletivos, o número de servidores, “buscando agilizar a prestação dos serviços aos cidadãos”- salientou.

No primeiro semestre, Assis Ramos mandou que se efetivassem mais de 400 concursados de 2012, que estavam no limite do tempo de validade do certame de ha cinco anos, e contratou, por meio de seletivos, mais de 900 novos auxiliares, para a Saúde, Educação, Trânsito, Serviços Sociais e Defesa Civil.

No discurso de ontem, na Fecoimp, Assis disse que quer cumprir logo um dos compromissos de campanha pelos quais a cidade mais anseia, o da instalação da Guarda Municipal, que vai auxiliar as forças estaduais na segurança e trabalhar na preservação dos equipamentos públicos, constantemente agredidos pelo vandalismo, gerando prejuízos. O projeto é para 300 vagas e o concurso, se der tempo, se dará ainda em 2017.

Outra notícia que anima o mercado de emprego se destina ao setor da Saúde: Imperatriz tem encaixe, segundo o Ministério da Saúde, para até 142 equipes do Programa da Saúde da Família. No ano passado, no meio do segundo semestre, chegou a funcionar com uma ou duas equipes apenas. Hoje tem em torno de 35 equipes, deixando grandes áreas descobertas dos programas da chamada atenção básica.

A prefeitura vai selecionar pelo menos 300 novos servidores (numa cidade que forma pelo menos 150 novos enfermeiros por ano e uma quantidade bem maior de técnicos em enfermagem) para criar as equipes da Saúde da Família na quantidade que for necessária. “Sem a atenção básica, preconizada pelo Ministério da Saúde, somos uma cidade cada dia mais vulnerável, gastando muito mais com a medicina curativa, quando se deveria estar fazendo a preventiva. As pessoas vão passar a receber em casa a ação da nossa Saúde, antes de terem que formar filas nos postos dos bairros” - garantiu Assis Ramos".

FORÇA DA CLASSE - Ainda no discurso de abertura da Fecoimp, Assis Ramos saudou os empreendedores imperatrizenses e exaltou a diversidade dos negócios que fazem da cidade um dos polos de desenvolvimento mais fortes do Brasil, independentemente dos períodos de crise - Confira trechos:

"(…) Imperatriz é diferente porque é feita por pessoas assim, que não se intimidam, que sabem o que querem e que batem de frente com quem quer que seja, quando o assunto é a sua vocação para ser vanguarda.

Aqui os negócios se expandem em diversos setores, independentemente do humor da conjuntura nacional.

Isso se dá muito em razão dos diferentes ciclos vividos pela economia regional, que vem de métodos primitivos da produção de grãos, passou pela exploração da madeira, viveu a febre do ouro de Serra Pelada, fortificou-se na agropecuária e hoje se industrializa e se fortalece nos serviços, notadamente do comércio diversificado, da Saúde e na formação universitária(…)".

"(…) Graças a Deus eu tenho essa compreensão. E, baseado nisso, fiz uma secretaria de Desenvolvimento Econômico forte, tocada por um especialista, devoto de empreendedorismo.

Refiro-me ao Eduardo Soares, egresso do Sebrae, que me possibilitou criar e implantar duas leis que buscam inserir milhares de pessoas nesse mundo dos negócios, imperatrizense ávidos por uma oportunidade, por uma mão amiga, capaz de lhe proporcionar a força de que necessitam(…)”.

"(…) Imperatriz é forte porque é feita pelos fortes. Mulheres e homens que desafiam as crises e sabem, perfeitamente, que o trabalho e a capacidade empreendedora desfazem qualquer cenário ruim.

Vamos crescer, sempre.

Muito obrigado!”

Nenhum comentário