Slider

Oportunidades



Geral

Política

Economia

Polícia

Cultura

Esporte

» » » Vereador Ricardo Seidel na contra mão da realidade de Imperatriz...


HMI SOCORRÃO DE IMPERATRIZ PRESA FÁCIL DE SER CRITICADO 

André Gomes

Imperatriz-MA: Em matéria publicada em blogs de Imperatriz o vereador Ricardo Seidel cometeu seu primeiro erro como vereador eleito neste último pleito, em visita ao HMI Socorrão de Imperatriz o vereador fez afirmações equivocadas sem nenhum conhecimento de causa, dizer que o prédio do Socorrão é inadequado isso todo mundo sabe, quanto as questões das instalações ele não procurou a secretaria de infraestrutura para ver os arquivos, e ver o que foi feito na gestão passada do ex-prefeito Madeira, pois muito foi feito na estrutura do prédio e nas instalações, 

A falta de verdade incomoda, dizer que o HMI não tem gerador é menos verdade o Socorrão tem um gerador potente adquirido no governo de Madeira, o vereador deve ter visitado outro Socorrão.

O vereador Ricardo Seidel surpreendeu seus eleitores em dizer que o governo municipal que não deva mais gastar nas estrutura do Socorrão, nesta sua afirmação mostra que o vereador quer que os pacientes morra, porque o município de Imperatriz não tem condições financeira para construir em curto prazo e nem a longo prazo um novo prédio com todas as estruturas necessárias, entretanto o governo de Assis Ramos poderá juntar foças para tentar adquirir recursos, só através dessas união de forças poderá vim acontecer um dos sonhos dos imperatrizenses, para isso o governo municipal tem que buscar convênios com o governo do estado, governo federal e as emendas de senador, deputado federal e deputado estadual, o vereador Ricardo Seidel já deve encaminha o valor de suas emendas que os vereadores este ano tem direito para este projeto mostrando assim sua preocupação com a saúde da população imperatrizense, uma verdade dita pelo vereador é que, a maioria dos pacientes são de outras cidade do Maranhão e também de outros estados precisamente do Pará e Tocantins, em um total de 60% a 70% dos pacientes, neste caso o governo municipal poderá trabalhar para que seja feito convênios e as despesas de cada paciente seja paga pelo seu município de origem. 

Durante oito anos o governo de Madeira fez adequações permanentemente para que pudesse funcionar. Transformou o último andar que era um deposito em uma UTI de boa qualidade. 

Ampliou o número de leitos. Instalou um moderno grupo gerador que cobre o centro cirúrgico e a UTI quando falta energia. Fez muitas parcerias para melhorar vários setores como o serviço de urologia que inclusive é informatizado. Melhorou a recepção e o pronto socorro que eram muito piores que hoje. Ampliou salas no centro cirúrgico. Óbvio que é uma estrutura antiga, mas é a única opção que a cidade tem. Milhares de vidas são salvas ali. Aí de imperatriz e de uma centena de cidades do Maranhão, Tocantins e Pará se não fosse o HMI. O macro regional é uma beleza, mas se uma pessoa sofrer um acidente na Pedro Neiva próximo ao hospital lá ele mão será atendido. Vai se salvar no velho socorrao. Essa é a verdade.

A reportagem deste site entrou em contato com o ex-prefeito Madeira e ele nos concedeu uma entrevista e achou uma grande injustiça e encaminhou esta mensagem para o prefeito Assis Ramos. O prefeito Assis com todo o bom senso demonstrado até agora tenho certeza que continuará na mesma linha que atuamos ou seja sempre fazendo investimentos possíveis na estrutura do hospital para que os milhares de pacientes continuem sendo atendidos, tendo seus sofrimentos minorar os e suas vidas salvas. Até que chegue o dia no tempo de Deus que a cidade possa ter um hospital público municipal decente e digno. Fora disso são apenas palavras soltas ao vento sem a menor consequência.

«
Próxima Notícia
Postagem mais recente
»
Notícia Anterior
Postagem mais antiga