Slider

Oportunidades



Geral

Política

Economia

Polícia

Cultura

Esporte

» » » Preso em Dom Eliseu acusado de assassinar ex-mulher em quarto de hotel em Imperatriz


Clodoaldo da Silva Alves, 35 anos, foi preso, na manhã desta sexta-feira.


Clodoaldo Alves foi preso no Pará. - Divulgação /Polícia Militar


IMPERATRIZ – O comerciante Clodoaldo da Silva Alves, 35 anos, suspeito pela morte da ex-mulher, Elizelda de Paulo Alves, foi preso, na manhã desta sexta-feira (30), em Dom Eliseu (PA). A ação policial que prendeu o suspeito foi chefiada pelo delegado Praxisteles Martins, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

"A prisão ocorreu agora há pouco no município de Dom Eliseu, bem próximo ao local em que a equipe de Homicídios já tinha localizado o veículo, um Corolla branco, que ele utilizou na fuga. As circunstâncias da prisão ainda vamos aguardar" informou o delegado regional, Eduardo Galvão, ressaltando que Clodoaldo será trazido para Imperatriz nas próximas horas.

Clodoaldo Alves estava foragido desde o dia do crime, que aconteceu na última segunda-feira (26), dentro de um quarto de hotel, no bairro Bacuri. Ele teria fugido friamente, após atirar contra a bancária, que tentava uma reconciliação.

O carro em que o suspeito usou para fugir, um Corolla de cor branca, foi localizado pela polícia um dia após o crime. O veículo foi abandonado na BR-010, em Itinga (MA). Clodoaldo deve ser trazido para Imperatriz nas próximas horas, onde será apresentação no Plantão Central da Polícia Civil.

O crime teve uma grande repercussão da cidade e até a nível de Brasil. O assassinato brutal chocou os familiares a população pelo nível de crueldade que foi praticado. Clodoaldo estava separado da ex-mulher há dois meses e ela tentava insistentemente uma reconciliação.

«
Próxima Notícia
Postagem mais recente
»
Notícia Anterior
Postagem mais antiga