Slider

Oportunidades



Geral

Política

Economia

Polícia

Cultura

Esporte

Empresário é morto a tiros dentro de carro na Cohab


Um homem identificado como Edson Nunes, de 56 anos, foi assassinado por volta das 23h desta segunda-feira (6), no bairro da Cohab.

Segundo informações de testemunhas, dois bandidos armados pararam em frente ao seu carro atiraram contra ele e sua companheira. A mulher conseguiu sair do veículo e fugir dos disparos, mas o homem foi atingido e faleceu.

A motivação do homicídio ainda não foi esclarecida. A vítima era empresário.

Dilma sanciona MP que autoriza empresas a reduzir salário e jornada de trabalho

Com o objetivo de evitar demissões dos trabalhadores por empresas em dificuldades financeiras, o governo federal criou, por meio de medida provisória (MP), o Programa de Proteção ao Emprego (PPE), que vai permitir a redução temporária da jornada de trabalho e de salário em até 30%.
A MP foi assinada na tarde de hoje (6) pela presidenta Dilma Rousseff, após encontro com ministros e representantes de centrais sindicais. Embora passe a valer imediatamente com força de lei, a proposta será analisada e precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

A medida prevê que a União complemente metade da perda salarial por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador. O Programa valerá até o dia 31 de dezembro de 2016, e o período de adesão das empresas vai até o fim deste ano. Para definir quais setores e empresas estarão aptos a participar do PPE, o governo também criou um grupo interministerial que vai divulgar informações sobre os critérios, com base em indicadores econômicos e financeiros.

Governo divulga segunda lista de convocação de aprovados em concurso da Caema


O Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), está convocando mais 89 aprovados no concurso realizado em 2014, dentre eles, 30 dos que não se apresentaram para contratação, em abril, quando 183 aprovados foram convocados.

Na listagem de convocação estão 23 atendentes comerciais, um advogado, dois auxiliares administrativos, dez auxiliares de serviços e obras de saneamento, um biólogo, três cadastristas, um engenheiro ambiental, três engenheiros civis, um engenheiro eletricista, um hidrometrista, dois leituristas, cinco mecânicos industriais, onze operadores de elevatórias, treze operadores de sistemas, quatro operadores de estações de tratamento, dois técnicos ambientais, um operador de máquina pesada, dois técnicos em edificações, dois técnicos em segurança do trabalho, e um torneiro mecânico.

Os convocados devem se apresentar para início do processo de contratação nos dias 13 e 14 de julho, no horário de 9h às 11h30 e das 14h30 às 17h30, na sede da Caema, na Rua Silva Jardim, 307/Centro, munidos de originais e cópias de documentos exigidos no edital do concurso.

Para o diretor-presidente da Caema, Davi Telles, as convocações estão sendo possíveis devido ao esforço para superar as dificuldades da Companhia. “À medida que o governo Flávio Dino cria as condições econômico-financeiras melhores, revertendo o quadro difícil que encontramos, vamos fazendo convocações de concursados. Aos poucos, estamos levando em consideração as necessidades mais urgentes da Companhia, depois de vários ajustes e da redução do quadro de terceirizados”.

Convocação

A Caema convoca os aprovados no Concurso Edital nº 01 de 14 de abril de 2014, abaixo relacionados, nos termos do item 13.2 do referido Edital, a se apresentarem munidos de originais e cópias dos documentos exigidos nos itens 12.1 e 13.6, nos dias 13 e14 de julho de 2015, preferencialmente, no horário de 9h às 11h30 e das 14h30 às 17h30, na Rua Silva Jardim, nº 307
– Centro (próximo ao Hospital Materno Infantil), São Luís – MA.

Nº DE
INSCRIÇÃO
NOME
CARGO
343505
FRANCISCO HENRIQUE COSTA VIEIRA
ADVOGADO
330947
LÍVIA CRISTINA MORAIS SANTOS COELHO
ATENDENTE COMERCIAL
297113
JAYRON DA SILVA CARVALHO
ATENDENTE COMERCIAL
327296
KARLA MILLENA MEIRELES RIPARDO
ATENDENTE COMERCIAL
302653
JOAO VICTOR ERICEIRA SOUSA
ATENDENTE COMERCIAL
345620
PAULLO DHOGNÉR COSTA SILVA
ATENDENTE COMERCIAL
311140
LUIS FELIPE CAMPOS MARTINS
ATENDENTE COMERCIAL
309329
TIAGO CRUZ ALENCAR
ATENDENTE COMERCIAL
336729
FABIANE DE SOUSA
ATENDENTE COMERCIAL
327305
NAÉLIA SANTOS FARIAS
ATENDENTE COMERCIAL
317845
ANDRESANYA CRISTINE GOMES FREITAS
ATENDENTE COMERCIAL
325315
SHEILANE PEREIRA DE SOUSA
ATENDENTE COMERCIAL
309261
NASIANA RIBEIRO DE OLIVEIRA
ATENDENTE COMERCIAL
314604
FERNANDA HERBST MAIA
ATENDENTE COMERCIAL
330519
ERIK BISMARK FROZ MIRANDA
ATENDENTE COMERCIAL
327458
IGOR PINHEIRO LAGES
ATENDENTE COMERCIAL
297339
IONETE DA SILVA LIMA
ATENDENTE COMERCIAL
318235
KLYUSSON GONÇALVES SALES
ATENDENTE COMERCIAL
345144
LUCIANA VERAS MARTINS
ATENDENTE COMERCIAL
328218
ELAINE RIBEIRO PASSOS
ATENDENTE COMERCIAL
317019
MARCIA BARROS ALVES
ATENDENTE COMERCIAL
326422
SARA RAVENA CAMELO COELHO
ATENDENTE COMERCIAL
324310
JACYVANHA DA CONCEIÇÃO NUNES
ATENDENTE COMERCIAL
315763
MARCELA ABREU MACHADO
ATENDENTE COMERCIAL
341346
RAMON ELIAS PEREIRA PINHEIRO
AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO
297039
DAYANNE DA SILVA BORGES
AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO
310394
HIAGO FURTADO SILVA
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
314132
RAIMUNDO GEOVANE ARAUJO ALMEIDA
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
321825
PAULO CASTRO DO NASCIMENTO
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
304116
ALTEMAR SOUZA DOS SANTOS
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
319828
FLAVIO PESSOA SILVA
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
296213
ITANIRA EVANGELISTA COELHO DE SOUSA
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
321784
IDELFONSO SANTANA DE SÁ
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
345549
ADENILSON FURTADO DA SILVA
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
310859
FLAVIO NOVAIS DE SOUSA
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
312009
EDEVALDO DA SILVA ALVES
AUXILIAR DE SERVIÇOS E OBRAS DE SANEAMENTO
325292
ITAYNARA LOBATO DUTRA
BIOLOGO
321896
CARLOS JAIRO FERNANDES BARROS
CADASTRISTA
346082
KÊNIA VICTÓRIA PEREIRA ABDALLA
CADASTRISTA

Nº DE
INSCRIÇÃO
NOME
CARGO
295799
PRISCILLA JANINE DOS SANTOS GARCEZCADASTRISTA
294999
WAGNER DE JESUS DIAS GONZAGAENGENHEIRO AMBIENTAL
312151
WELLINGTON SIMÕES MESQUITAENGENHEIRO CIVIL
339442
ANANDA RODRIGUES MARINHOENGENHEIRO CIVIL
314699
GABRIEL FERES MOREIRA LIMAENGENHEIRO CIVIL
318528
ALBERTO ALVES DOS SANTOSENGENHEIRO ELETRICISTA
321449
JOHNES MIRANDA DA SILVAHIDROMETRISTA
332928
JOAMERSON GARCIA RABELOLEITURISTA
326675
LUIZITO GEMA LIMALEITURISTA
328070
NIELSON ARAUJO E SOUSAMECÂNICO INDUSTRIAL
313326
ELIZANNE CUTRIM MACHADOMECÂNICO INDUSTRIAL
338148
IVAN DIAS SANTOSMECÂNICO INDUSTRIAL
305581
DOUGLAS FERREIRA MAIAMECÂNICO INDUSTRIAL
295255
ROGERIO MARCIO PIMENTEL DOS SANTOSMECÂNICO INDUSTRIAL
344734
LUCAS FERNANDO DE SOUSA SILVAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
305236
CESAR PEREIRA CONCEIÇÃO DA SILVAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
330216
ARMANDO RODRIGUES COSTA JUNIOROPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
335881
CLAYTON ASSIS SILVEIRA SILVAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
315611
JOÃO BATISTA DOS SANTOS SILVAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
324824
ELIO DOS SANTOS SILVAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
312599
JOSE DA COSTA PEREIRAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
337559
WHERBETY RODRIGUES MOTAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
326249
JONES CARNEIRO DE OLIVEIRAOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
342237
JOAO DAMACENO DORIA FILHOOPERADOR DE ESTAÇÃO DE ELEVATÓRIA
302523
SELIZAEL ASSUNÇÃO RIBEIROOPERADOR DE EST
...

Governador Flávio Dino autoriza licitação para construção da Ponte Central - Bequimão


O projeto para a construção da ponte que liga os municípios de Central do Maranhão e Bequimão ficou pronto e foi apresentado na manhã desta segunda-feira (06) ao governador Flávio Dino. Com a extensão de 580 metros, a ponte vai interligar 10 municípios da Baixada Maranhense e encurtar em 125km o deslocamento dos moradores da região. Após conhecer o projeto técnico, o governador autorizou a licitação para a construção da ponte.

A estimativa para a execução da obra é de, aproximadamente, R$ 59 milhões, para a qual o governador autorizou a abertura da licitação. A primeira fase, que consistiu na elaboração do projeto técnico, constatou os detalhes técnicos para que a obra esperada por décadas na região pudesse começar a se concretizar.

A ponte passará sobre o rio Pericumã, que possui 25m de profundidade de solo mole e requer maior resistência para as armações de concreto. Os técnicos da empresa responsável pela elaboração do projeto detalharam ao governador e aos secretários Clayton Noleto (Infraestrutura) e Marcelo Tavares (Casa Civil) todos os passos que se seguirão para que a ponte vire realidade.

Com ela, dez municípios terão maior facilidade no deslocamento regional e também facilitará o escoamento da produção dessas cidades para outras regiões. Com a nova ponte que será construída pelo Governo do Estado, os municípios de Bequimão; Central do Maranhão; Mirinzal; Guimarães; Cedral; Cururupu; Porto Rico; Serrano do Maranhão; Bacuri e Apicum-Açu terão mais facilidade no acesso à capital. Isto porque a ponte também reduzirá em 32 km a distância para chegar a MA-106, que dá acesso ao Cujupe.

Vereador Adonilsonluta pela água na Vila Vitória

O vereador professor Adonilson(PCdoB) esteve no fim de semana acompanhado do Diretor da Caema de Imperatriz, Denilson Santos e o Deputado Estadual, Marco Aurélio(PCdoB) para uma reunião com os moradores do Vila Vitória. 

Adonilson convidou o Diretor da Caema e o Deputado Estadual para conhecer o drama das pessoas que convivem com a falta de água no bairro, mesmo contando com um poço doado à comunidade.

Para o vereador a articulação e o diálogo entre os poderes estão garantindo a resolução das inúmeras demandas da comunidade reprimidas por décadas. “Nas conversas com a comunidade percebemos o quanto há por fazer e avaliamos o sofrimento das pessoas em não conseguir fazer valer direitos básicos e essenciais, como a água por exemplo”, disse Adonilson.

O pedreiro Antonio Alves Guimarães, 48 anos, disse que convive com o sofrimento da falta de água há mais de 15 anos e se não fosse o poço de um colégio e as latas d’água na cabeça a situação seria pior. “Tenho nove filhos, lutamos para sobreviver e por aqui as benfeitorias não chegam e fica somente o sofrimento”, desabafou Antonio Alves na torcida para que o problema seja resolvido.

A prefeitura se comprometeu a fazer a instalação elétrica do poço e a iluminação pública, mas para a água chegar as residências ainda falta providenciar a tubulação e a ligação às residências, além dos detalhes da gestão da rede de abastecimento.

A comunidade que recebeu os representantes do Legislativo Municipal, Estadual e da Caema ouviu atentamente as providências para encurtar o caminho para a chegada do abastecimento de água na parte mais alta do bairro Vila Vitória.

O Diretor da Caema de Imperatriz, Denilson Santos explicou que além da necessidade da doação do poço, é preciso verificar se a estrutura encontrada tem condições de atender à comunidade. “É preciso fazer uma avaliaçãotécnica, nãoa adianta a Caema se responsabilidade por algo inviável e se comprometer com a comunidade como outras pessoas já fizeram e não deu certo”, frisou Denilson Santos. 

Depois do diálogo com a comunidade, ficou definido que a Caema deve apresentar em dez dias um diagnóstico sobre a situação do poço e se realmente existe a possibilidade da Companhia assumir a gestão de abastecimento de água no bairro. 

Depois do diagnóstico e se ficar comprovada a viabilidade do poço, o Deputado Estadual Marco Aurélio informou que vai se empenhar na obtenção dos recursos necessários para garantir o abastecimento de água no bairro. “Nós vamos conversar com diretor-presidente da Caema, Davi Telles e ver a possibilidade de pleitear esta obra para a comunidade”, disse o Deputado acrescentando que a articulação entre os poderes encontra soluções de maneira mais ágil para os problemas da comunidade. 

(Mozart Magalhães / Gabinete)




Imperatriz pode comemorar: Cidade é sede do Revezamento da Tocha Olímpica


Pastor Porto participou da Solenidade no Auditório da Fundação Habitacional do Exercito. Presenças de dezenas de prefeitos, governadores, ministros e da presidenta Dilma.

O Prefeito Sebastião Madeira no mês passado se reuniu com representantes do comitê Rio 2016, junto com o secretario Saulo Dino e sua equipe para definir a participação de Imperatriz neste que é um dos maiores eventos mundiais.

Por pedido da própria comissão olímpica que pediu discrição na divulgação de informações, somente agora através da participação do vice Prefeito Pastor Porto que representou Madeira na solenidade foi exposta a participação de Imperatriz no trajeto da Tocha Olímpica.

500 cidades foram sorteadas, em 300 dessas haverá uma solenidade maior. Das 300, 82 com solenidades especiais e Imperatriz está entre as 82. Um momento histórico para todas as cidades escolhidas, entre elas, Imperatriz no pódio principal.

"Vamos fazer desse evento uma marca da criatividade, alegria e participação de todas as cidades do sul do Marnhão, Pará e norte do Tocantins; e apesar do rigor da organização da Rota da Tocha Olímpica, Imperatriz mandará para o mundo as melhores imagens da celebração do nosso povo", disse o vice Prefeito Pastor Porto .

Imperatriz foi incluída pelo Comitê organizador das Olimpíadas na Rota da Tocha Olímpica pelas condições que apresenta e pelo esforço do Prefeito Madeira, que foi fundamental para que Imperatriz fosse escolhida, uma honraria recebida com festa por todas as cidades eleitas para ser trajeto do evento máximo do esporte mundial.



Sidney Rodrigues - ASCOM

Prefeito de Bacabeira, Alan Linhares e mais três são acionados pelo MP por fraude em licitação


Irregularidades em licitação no valor total de R$ 1.803.187,90, realizada pela Prefeitura de Bacabeira, para aquisição de material de higiene e limpeza, levaram o Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Rosário, a ajuizar, em 25 de junho, Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa contra o prefeito Alan Jorge Santos Linhares (na foto) e outros três servidores municipais.

Na ação, de autoria da promotora de justiça Maria Cristina Murillo, também figuram comoréus a pregoeira oficial do município, Roseane da Silva Furtado Cutrim, e os integrantes da equipe de apoio da Comissão Permanente de Licitação (CPL) do município, Alex José de Matos Tavares e Maria Luzia Pinto do Nascimento.

Baseada no parecer técnico nº 347/2014-AT, da Assessoria Técnica do MPMA, a manifestação refere-se ao Pregão Presencial n° 21/2014.

No parecer técnico, a Assessoria Técnica cita, pelo menos, quatro irregularidades, como a falta de pareceres emitidos pela Prefeitura de Bacabeira sobre a licitação.

Também faltam documentos que comprovem a forma como a prefeitura chegou às quantidades de produtos solicitadas na licitação. O documento questiona, ainda, a real publicidade do pregão presencial no jornal citado pela prefeitura.

Processo licitatório

Somente duas empresas – Distribuidora Lubeka Ltda e Center Clean Distribuidora de Material de Limpeza – compareceram à sessão do processo licitatório, realizada em 23 abril de 2014.

Desclassificada do processo, a Distribuidora Lubeka Ltda apresentou representação, solicitando o cancelamento do certame. De acordo com a empresa, houve dificuldades para obtenção do edital. Ela também relatou a existência de cláusulas abusivas e exigência de itens cujo representante exclusivo era o vencedor do processo.

Segundo a promotora Maria Cristina Murillo, foi comprovado o direcionamento do objeto da licitação para uma única empresa, havendo vários produtos de material de limpeza de uso simples, com várias especificações.

“A definição do objeto da licitação deve ser precisa, suficiente e clara, sendo vedadas especificações que, por excessivas, irrelevantes ou desnecessárias, limitem a competição do certame”, destaca a representante do MPMA, na ação.

Pedidos

A promotora de justiça requer que o Poder Judiciário condene os réus à perda da função pública; à suspensão de direitos políticos, pelo período de três a cinco anos; ao pagamento de multa de até cem vezes o valor da remuneração recebida à época do pregão presencial.

Outra sanção requerida é a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais pelo prazo de três anos.